Por que você permanece nesta relação?

02 dezembro, 2016

Por que você permanece nesta relação?

Você já se questionou por que muitas mulheres, e homens também, permanecem em relacionamentos que desvalorizam ou mesmo causam prejuízos a sua saúde física e psicológica?

A relação não é necessariamente violenta, mas a troca naquele relacionamento é permeada pelo desenvolvimento de um em detrimento do outro. Um dos membros da relação abdica dos seus sonhos, de sua maneira de ser, do seu círculo familiar, de amigos e profissionais para se dedicar inteiramente aquele relacionamento.

A situação se torna mais grave quando o outro faz uso das renúncias da outra pessoa para exercer o domínio, o controle e a posse dentro daquele relacionamento. Deste ponto para a prática da violência é um simples passo.

Enfim, sendo ou não violenta, por que algumas mulheres fazem inúmeras renúncias, calam-se diante das situações que magoam ou mesmo mudar completamente a sua maneira de ser para agradar ou manter um relacionamento?

11.  A dominação masculina

É ela que constitui os domínios simbólicos sobre a mulher. Isto é representado pelo permanente estado de insegurança física ou psicológica. O seu corpo e a sua maneira de ser devem obedecer e ser receptivo aos ditames do outro. E assim, elas têm a obrigação de serem magras e/ou em forma para ser um objeto receptivo e atraente para o olhar deste outro. 

Também se espera que elas sejam femininas, ou seja, sorridentes, simpáticas, discretas, submissas, contidas e, se possível, invisíveis.


22.A ansiedade diante do olhar do outro

É este olhar que submete, recrimina, causa cerceamento, julga e aprisiona a mulher. A mulher se antecipa aos julgamentos alheios através da contenção e disciplinamento do próprio comportamento para que não sejam alvos do escrutínio público. Para isso, a educação das meninas apresente como uma das características o desenvolvimento de certa preocupação com o outro seja no sentido de cuidar seja para estar atento aos sentimentos e, principalmente, aquilo que desagrada o outro.

Mas o que isto tem a ver com os relacionamentos amorosos? Tem um bocado. Antes de mais nada, ela vai procurar ser a mais feminina possível para ser atraente, receptiva e bem-vista para o parceiro. E isto não fica restrito a esta esfera. Digamos que o julgamento das outras pessoas sobre suas qualidades enquanto mulher/ esposa/namorada/... compõe praticamente uma extensão da personalidade. E aí já dá para sacar o que vai acontecer não é mesmo? Muitas vão estar atentas ao olhar do seu parceiro e do seu círculo de maneira geral para moldar a sua maneira de ser. Será neste contexto que muitas ficam..por que temem o olhar/julgamento do outro.

3   3.“Eu não sei viver sozinha! ”

Quantas mulheres não passam por isso não é mesmo? Algumas mulheres não suportam/sabem/têm medo/ por outros motivos viver sozinhas. E para isso fazem renúncias, “fecham os olhos para algumas situações, suportam o insuportável...tudo isto para não viver sozinha. E não posso esquecer o relacionamento conto de fadas que povoa o imaginário de muitas mulheres e neste ponto, passam de um ideal de pessoa para uma falsa realidade, isto é, inventam para si que está tudo ok na relação para não enxergar que seu belo príncipe encantado é um sapo.

Além dos motivos citados acima, algumas mulheres não conseguem enxergar a si mesmas por que o simples fato de ter somente a própria companhia é um fardo para algumas. Normalmente, existe algo dentro de si que é muito dolorido ou desconfortável de enfrentar...



       4. ”Eu sou incapaz de manter um relacionamento amoroso! ”

  Pois é! Algumas mulheres fazem malabarismos para ficar em um relacionamento por que acreditam que o término dele seria um atestado de incompetência para elas. Este caso é muito encontrado para aqueles que superestimam o valor de um relacionamento amoroso em suas vidas, ou seja, são mulheres que empreendem toda a sua energia para ter uma pessoa ao seu lado. Isto é a prioridade da sua vida!

E assim para não “admitir o seu suposto fracasso” elas se contorcem para manter uma relação de aparências ou de fachada. A situação se agrava se a sua educação foi aquela tradicional voltada para as meninas.

5  5. "Preciso do amor de alguém para viver!"

Esta é uma variante do “Eu não sei viver sozinha!”. Normalmente são pessoas que não conseguem viver sozinhas também, mas que, principalmente, têm baixa autoestima, não conhecem a si mesmas ou, pior, se odeiam. Assim, precisam que este sentimento seja emanado pelo outro ou mesmo que ele a valorize, dê atenção, promova uma suposta autoconfiança, enfim, preencha o vazio interior desta mulher.




Estou chegando ao final deste bate-papo. Este texto foi direcionado para mulheres. Mas o que foi citado até aqui também pode ser aplicado para os homens em alguns aspectos. E você? Identificou-se com alguma situação? Compartilhe aqui nos comentários.
Caso você tenha alguma sugestão, também deixe aqui nos comentários, ok?

Fiquem em paz!

Karine David Andrade Santos
Psicóloga CRP-19/2460


Nenhum comentário

Postar um comentário

Por elas - Layout criado por WWW.GABILAYOUTS.COM.BR