Você se sente punida em sua relação?

03 fevereiro, 2019

Você se sente punida em sua relação?


Olá mexs queridos leitores! Tudo bem? E hoje vamos começar mais um bate-papo sobre relacionamentos abusivos, suas particularidades e como o par abusado se sente neste tipo de relação. Por isso, hoje vou conversar com você sobre algo que é facilmente encontrado neste tipo de relação: a punição.

E quando é que ela normalmente será encontrada? Quando o alvo desta relação abusiva, iniciar um movimento de reação. Seja dizendo um não para algo, estabelecer um limite ou esboçar algum tipo de resposta emocional, ele (ela) exercerá a punição. Normalmente, ela acontece por que, como o abusador acredita estar no domínio, acredita que pode fazer o que quiser com o outro, inclusive liberar a raiva. Além disso, este é um alerta de que você não deve confrontá-lo.

A severidade e o alvo da punição serão graduados e manipulados de acordo com a vontade e desejo de vingança do abusador. De maneira geral, a pessoa fará questão de distorcer as coisas e fará com que a culpa sobre qualquer coisa recaia sobre você. 

E caso você não se sinta atingida (o) pelos artifícios punitivos do (a) abusador (a), ele (ela) empenhará esforços em se tornar mais cruel em suas manobras de distorcer, ferir, seja física ou psicologicamente, e os ataques serão direcionados para aspectos fundamentais da sua vida.



Quando há crianças oriundas desta relação, alguns costumam utilizá-las como forma de puni-la. O grau de severidade das punições extenua suas forças físicas e emocionais e com isso, as pessoas abusadas costumam nem relutar ou enfrentar, temendo o tipo de retaliação. Com isso, muitas desistem de suas aspirações, das suas relações e das suas necessidades enquanto ser humano. Assim, aos poucos, a pessoa se torna um passarinho dentro da jaula da própria vida.

Como estas expressões punitivas costumam ser externalizadas? Ela pode ser ativo-agressiva ou passivo-agressiva, sendo verbal, física ou ambas. As pessoas abusivas sabem exatamente qual área da sua vida deve ser punida e qual forma de punição irá te atingir mais. Normalmente, os abusadores (as) não vão admitir que costumam ter intenção.



Uma das formas passivo-agressivas de punição é o silêncio. É uma forma de comunicar de que está contrariado e quanto mais você tenta entender os motivos do silenciamento, mais ele (ela) se fechará. Digamos que esta é forma de te dizer: “ Você não sabe o que faz e não adianta te falar por que você não merece satisfação pois, eu sei o que é melhor para nós dois. ” 

É uma forma indireta de controlar seus sentimentos, comportamentos e movimentos e fazer com que você faça exatamente o que ele (ela) quer: permanecer na prisão criada pela pessoa abusiva à medida que você tenta evitar inúmeras situações que possam desencadear estas e outros tipos de punições.

E então o que pode ser feito? Por mais que você se sinta prisioneiro(a) de uma relação, a chave para sair desta jaula estará sempre dentre de você. A autonomia sobre sua vida não pertence a ninguém. Unicamente sobre a sua vida. Se você perceber que não consegue realizar este resgate de si, procure ajuda de um profissional da psicologia!

Espero que este texto tenha sido útil e, caso conheça alguém que passe por esta situação, compartilhe!;)


Psicóloga CRP-19/2460, Psicodramatista e Mestre em Psicologia (UFS)
Karine David Andrade Santos
Psicóloga CRP-19/2460, Psicodramatista e Mestre em Psicologia (UFS)
Celular:  79 999192385
email:  psimulti@gmail.com
site:  www.eporelas.com.br
endereço:  Praça Tobias Barreto 510 Centro Médico Odontológico Sala 1210


Nenhum comentário

Postar um comentário

Por elas - Layout criado por WWW.GABILAYOUTS.COM.BR